PROTEGER SIM, ESCONDER JAMAIS | Crematório e Cemitério da Penitência
Fale Conosco: (21) 2580-6489

Quais os caminhos para lidar com a criança que está vivenciando o luto?  O tema será debatido no próximo encontro do projeto A Vida Não Para. A psicóloga  Jennifer Cardoso e a assistente social Márcia Torres vão esclarecer as fases do luto infantil, alertando sobre os impactos à saúde dos pequenos, quando os cuidados não são os mais adequados. Leia mais.

As crianças em processo de luto atravessam fases, cujas características são peculiares e dependem da maturidade do pequeno. No entanto, alguns procedimentos são essenciais, independente da idade.

Quando a criança é levada ao funeral do ente querido, ela consegue vivenciar o momento e entender que sofreu uma perda. Desta forma, fica mais fácil elaborar o luto e evitar doenças e consequências mais graves com o passar dos anos.

As crianças não estão preparadas para as perdas, que vão entrando nas suas vidas com o tempo. Até aquele animal de estimação tão querido pode deixar sequelas com a sua partida, caso a criança não seja cuidada da forma adequada para receber a notícia e aceitar o acontecimento, de acordo com o seu amadurecimento.

As mentiras são perigosas e podem levar a impactos enormes, causando graves consequências à saúde das crianças. Muitas, após anos acreditando em uma inverdade, passam a precisar de tratamento quando têm contato com a realidade dos fatos. Segundo a assistente social Márcia Torres, a melhor opção é contar a verdade, mas neste momento a criança deve estar cercada de muito carinho e cuidados.

 

Serviço:

  • A Vida Não Para
  • Tema: Luto infantil
  • 29 de agosto
  • 10 horas
  •  Crematório e Cemitério da Penitência.
Visite nossa página no Facebook
Fale conosco pelo Whatsapp